sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

O fim do caminho

Mochila nas costas...
“Sem lenço”
“Sem documentos”
“Nada no bolso ou nas mãos”

Apenas os pés na estrada
E a mente posta na direção
Se deixei para traz saudades
Já sei que está muito bom.

Estou novamente indo embora.
Aqui não é o meu lugar
Visitei e fiz aurora
Mas já é hora de viajar

Descobri que o caminho
“Faz-se ao caminhar”
Acordei bem cedinho
E comecei andar.

A vida é o maior caminho
Peregrino vou me tornar
Não posso esquentar morada
Pois moro em qualquer lugar.

Quanto ao fim do caminho
Nada posso lhe explicar
Pois todos que foram embora
Nunca mais eu vi voltar.

Autor> Gilberto Fernandes Teixeira

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

"Fim de ano"


Preparo-me para o fim
Fim de ano...
2012 se aproxima
“Que ele seja bem vindo!”

Já fiz meu balanço
Fechei as contas
Quase zerei a contabilidade
Fiquei devendo no amor.

Novas promessas jamais
Não sou político
“Prometi nunca mais prometer”
Dever talvez, pagar sempre.

Assim espero
Levar a vida
No balanço das horas
Escrevendo asneiras.

Não quero riquezas
Não quero fama
Só saúde e alegrias
O resto agente aquenta e inventa.

E no ano que vêm
Sei lá...
Talvez tenha mais amigos
E só isso já “vale a pena”

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

A química



Um Becker
Uma pipeta
Um tubo de ensaio
Uma gota de solução.

100ml de amor
50ml de paixão.

Misture tudo
Aqueça no bico de Bunsen
E observe a coloração
Pare quando estiver vermelha.

E está pronta
A química da ilusão...

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

Floresça


Floresça!
No chão desafiando a seca
Em um galho desafiando as alturas
No caule aproveitando a seiva.

Não se importe com o clima
Floresça desafiando as chuvas
Desafiando o sol
Desafiando os ventos.

Você quer brilhar e se abrir
Mostrar o que tem de bom lá dentro
Suas pétalas e seus amores
Seu perfume e suas cores,

“Floresça onde você nasceu”
Parece pouco...
Mas quando olhares em volta
Terás criado "primavera".

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Amadurecendo


Os dias passam...
As horas passam...
E assim fico amadurecendo idéias
Como uma banana na cesta.

Por dentro me transformo
Infinitas questões
Marasmo x vontade
Inquietações...

Penso nos amigos
Nos sorrisos
Nas vontades
Nos seus lampejos e desejos

Queria abraçá-los
Sentir o calor humano
Compreendê-los também
Mas a minha casca esta ficando escura.

São as experiências
A vida e suas caixas de surpresas
O privilégio de sonhar
De querer sentir o desgaste do tempo.

Envelhecer sorrindo
Sem sentir os dentes caindo
E quando me tornar totalmente banguela
Sorrir por está sem freio...

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O encontro


Temos que aproveitar nosso tempo
Senão ele se vai como areias no vento
Enchendo o deserto do esquecimento
Lançando-nos para longe do céu.

Viajei no destino
Estive perto de quem me ama desde menino
A minha mãe e o meu pai
Juntos neste natal.

Nossa ceia singela
Com menos presentes e mais diálogos
Como se quiséssemos aproveita um ao outro
Sem pressa vivendo o encontro.

Falamos do mundo e das suas dores
Dos parentes e da famigerada família
Das nossas ambições e das acomodações
De quem partiu e de quem chegou.

Foi maravilhosa a nossa partilha
Tivemos momento de choro e alegrias
Sorrimos das velhas histórias
E dos seus inesquecíveis personagens.

Lembrei-me de cada um dos amigos
Citei os seus nomes durante uma oração
Pedi à Cristo um ano novo cheio de vida e saúde
Pois tudo, além disto, é lucro.

Autor; Gilberto Fernandes Teixeira.

sábado, 24 de dezembro de 2011

“UM FELIZ NATAL COM CRISTO”


“Então é natal”
O velho e o novo se misturam
Há uma nova cor
Mas uma só essência de amor.

Não podemos presentear a todos
Mas o Senhor Jesus já fez isto por nós
Só ele nos trouxe a esperança
De uma vida eterna.

Qual seria o melhor presente
Que nossos corações anseiam?
Poderíamos ser felizes nesta Terra?
Se aqui tudo passa e acaba!

Não! O melhor Presente é Cristo
Ele morando dentro de nós
Nossos desejos saciados
E a eternidade garantida.

Muitas festas, muitos corações emocionados
Muitos povos unidos
Esquecendo magoas e angustias
Tudo muito belo por apenas um dia.

Amanhã!...
Dizem que não existe amanhã...
Eu concordo em parte
Sem o amor realmente não creio no amanhã.

Pois somente o "amor é eterno"

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

O retorno.


Estive sumido...
Retiram me das nuvens
Mas eu voltei...
Para lhes desejar um Feliz Natal!

Foram as chuvas
Derrubaram o poste
Quebram o fio
Segundo a operadora

Fiquei longe da telinha
Solidão virtual
Quase um descompasso
Coração doendo.

Ligações não atendidas
E-mails não lidos
Informações acumuladas.
Coisa de viciado.

Estava ansioso
Se daria um tempo
De passar pelos blogs
Postar uma mensagem.

De está presente
Já que o Natal
É uma festa cristã
E o meu próximo é você...

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira